Bom dia, Domingo 25 de Outubro de 2020

Política

Priminho quer uma clínica para atender as mulheres grávidas

Candidato acredita que estrutura especializada pode resguardar a saúde das mães e dos bebês

Eleições 2020 | 06 de Outubro de 2020 as 18h 26min
Fonte: Redação

Foto: Reprodução

“As mulheres grávidas de Juara passam tempo demais expostas à contaminação por qualquer doença quando procuram atendimento no Hospital Municipal”. A reflexão é do candidato a prefeito de Juara, Priminho Riva (PL). Prefeito da cidade por duas vezes, Priminho disse que o Hospital Municipal é crucial para a saúde local, mas não deve ser considerado a primeira opção para atender as mulheres grávidas. “O hospital atende toda a sorte de pacientes. As grávidas que precisam recorrer ao atendimento na estrutura, na maioria das vezes estão saudáveis, mas acabam ficando horas no mesmo ambiente que pessoas doentes”, comentou Priminho.

Para atacar esse problema, uma das propostas do candidato – descritas no seu plano de governo – é a implantação da Clínica da Mulher Gestante. Essa estrutura seria dedicada, exclusivamente, ao atendimento das mulheres gestantes.

Segundo Priminho, a Clínica da Mulher Gestante concentrará, no mesmo espaço, um serviço especializado de obstetrícia, pediatria, psicologia, enfermagem e demais recursos que resultem em um parto e um bebê saudáveis. “É possível implementar a Clínica da Gestante com recursos próprios e posteriormente fazer o custeio desses serviços através dos programas que já existem no SUS. É uma ação de governo, que depende apenas da decisão do prefeito e que nós vamos executar”, afirmou Priminho.

Muitos municípios estão adotando a estratégia de implantar uma estrutura própria para o atendimento das gestantes. Essas “Casas de Parto”, ou Hospitais Materno-Infantis, acabam reduzindo, de forma geral, os gastos com saúde pública, uma vez que diminuem as complicações nos partos. A iniciativa é bastante incentivada pelo SUS.

 

Novos e velhos problemas

Além da proposta para as mães e recém-nascidos, o Plano de Governo do candidato também cita a necessidade de Juara ter um médico perito do INSS (Instituto Nacional da Seguridade Social), que atue em tempo integral. A unidade do INSS não conta com esse profissional, o que obriga os trabalhadores que reivindicam uma pensão a se deslocarem para outras cidades (Sinop ou Juína). “A gestão do INSS não é municipal, mas um prefeito precisa estar atento às necessidades da sua população e buscar resolver os problemas”, comprometeu-se Priminho.