Boa noite, Domingo 20 de Setembro de 2020

Polícia

Caso Isabele: adolescente ficará 4 dias em quarto separado

Justiça determinou que ela seja internada por 45 dias; tragédia aconteceu em julho no Alphaville

45 dias | 16 de Setembro de 2020 as 09h 26min

A adolescente que atirou e matou a amiga Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, foi internada provisoriamente por 45 dias, na noite de terça-feira (15), no Complexo Pomeri, em Cuiabá.

A decisão foi assinada pela juíza Cristiane Padin, que atendeu a um pedido do promotor da Vara da Infância e Adolescência, Rogério Bravin.

Isabele foi morta no dia 12 de julho na casa da adolescente infratora, que era considerada sua melhor amiga, no Condomínio Alphaville. O disparo ocorreu dentro do banheiro.

Conforme apurou a reportagem, a adolescente vai passar por uma triagem, que a coloca por 4 dias em um quarto pequeno, separado das demais internas.

Após esse período, dever ser colocada para o convívio com as demais.

Ela deve continuar internada até que a Justiça marque a audiência de apresentação, onde será decidido se ela continuará internada ou terá outra medida alternativa.

Entenda

A internação da adolescente foi determinada ontem, horas após a Justiça ter informado que havia acatado a reprsentação do Ministério Público Estadual, acusando-a de ato infracional análogo a homicídio doloso.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) determina que a autoridade judiciária designe uma audiência de apresentação do adolescente, decidindo, desde logo, sobre a decretação ou manutenção da internação em um complexo socioeducativo.

Segundo o ECA, caso a adolescente não seja localizada para se apresentar em juízo, “a autoridade judiciária expedirá mandado de busca e apreensão, determinando o sobrestamento do feito, até a efetiva apresentação”. (Informações Mídia News)