Boa noite, Quarta Feira 12 de Dezembro de 2018

Geral

Sinopense recebe honrarias na República Tcheca por reconstrução de figuras históricas

Uma rainha, uma santa e um vampiro tiveram seus rostos revelados pelo designer

Honrarias | 20 de Setembro de 2018 as 11h 25min
Fonte: Jamersom Mileski

Homenagem recebida por Cícero no Ministério da Cultura da República Tcheca |

Um nobre humano, o divino e o profano marcam a passagem do designer 3D residente em Sinop, Cícero Moraes, pela cidade de Praga, capital da República Tcheca. O sinopense esteve no começo do mês no continente europeu para receber honrarias pelos trabalhos de reconstrução científica que realizou com figuras históricas da República Tcheca.

Utilizando das já conhecidas técnicas de reconstrução facial e ciência forense, Cícero apresentou para a nação Tcheca o rosto da Rainha Judite da Turingia, regente consorte da Bohemia entre os anos de 1158 à 1172. A imagem da face foi reconstruída a partir do seu crânio, preservado pelo museu de Praga.

Esse foi o trabalho mais recente de Cícero para a cultura da República Tcheca, mas não o único. Antes disso, o sinopense apresentou para os católicos do país a face de Santa Zdislava de Lemberk, que viveu há mais de 7 séculos. Esse trabalho foi reconhecido até pelo Vaticano. Além do nobre e do divino, Cícero também flertou com o profano. Uma das suas reconstruções faciais mais intrigantes foi justamente do “Vampiro Tcheco”. Tratava-se de uma ossada encontrada em um curioso ritual funerário. O esqueleto com mais de 700 anos de idade foi durante anos tratada como um vampiro mitológico. A face revelada por Cícero ajudou a humanizar o indivíduo que, muito provavelmente, foi apenas um excluído social.

http://gcnoticias.com.br/fotos/mega_noticias_fotos/10015/full/13466.jpg

Por seus trabalhos para a comunidade acadêmica e a cultura da República Tcheca, Cícero recebeu algumas honrarias oficiais e até uns “mimos”. Durante sua visita a Praga, Cícero recebeu das mãos do Dr. Vlastislav Ouroda, Ph.D., Diretor Adjunto do Patrimônio Cultural da Rep. Tcheca, uma carta de reconhecimento pelos trabalhos de reconstrução facial. A carta de honras foi entregue no Ministério da Cultura daquele país. Ele também foi convidado para realizar um projeto pelo Museu Municipal de Tábor, uma cidade de 40 mil habitantes perto de Praga. “Em um dos dias de turismo, visitei a Catedral de São Vito, a maior da República Tcheca. Além de ter acesso a uma área restrita ainda ganhei um presente especial: uma telha da construção”, conta Cícero que trouxe o artefato de 600 anos para casa, como souvenir.

Sua visita a Europa Central foi a convite do doutor em arqueologia Jiri Sindelar. Ele tem sido o parceiro de trabalho de Cícero nas reconstruções tchecas. Segundo o sinopense, novos projetos foram firmados durante a viagem. A parceria entre o designer brasileiro e arqueólogo tcheco será reeditada para reconstruir a face de mais algumas figuras históricas importantes da cultura de Praga e região. Cícero ainda mantém segredo sobre os donos dos rostos a serem reconstruídos, mas deu uma “prévia” para o GC Notícias. “Podemos dizer que teremos guerreiros. E também um auxílio na documentação arqueológica do patrimônio cultural da República Tcheca”, antecipou.

COMENTARIOS