Boa tarde, Quinta Feira 28 de Maio de 2020

Geral

Morre a pioneira que fez o parto da 1ª criança nascida em Sinop

Geraldina Silva dos Anjos tinha 94 anos de idade

Primeira parteira | 19 de Maio de 2020 as 17h 12min
Fonte: Redação

Foto: Museu de Sinop

Veio a óbito na tarde dessa terça-feira (19), no Hospital Regional de Sinop, Geraldina Silva dos Anjos. Aos 94 anos de idade, Dona Geraldina, como era conhecida, teve uma parada cardiorrespiratória. Ela já vinha apresentando um quadro debilitado de saúde nas últimas semanas.

Geraldina foi a primeira parteira da cidade de Sinop – ofício que trouxe consigo quando veio desbravar o novo chão. Geraldina nasceu na cidade de Turvo, no interior de Santa Catarina, no ano de 1925. Lá se casou com Braz Claro dos Anjos. Em 1955, já com 9 filhos, foi morar em Jesuítas, cidade do Paraná implantada por Ênio Pipino – que anos depois abriria um novo chão no Norte de Mato Grosso.

No Paraná teve mais um filho e ajudou uma das suas filhas no seu parto. Em uma manhã chuvosa de dezembro de 1965, Geraldina fez o parto do recém nascido Leonildo Severo – que anos depois se tornaria jornalista, comunicador e advogado em Sinop. Geraldina também era avó da professora e ex-vereadora Leozenir Severo e bisavó do atual vereador, Ícaro Francio Severo.

Braz e Geraldina chegaram a Sinop em fevereiro de 1973, com 5 dos seus 10 filhos: Edoir, Jauri, Antonio, Laureci e Nildo. No Paraná, ficaram José, Maria, Elza, Lenir e Celi. Atualmente apenas Elza continua no Paraná.

Quando chegou a Sinop, Geraldina fazia pão para vender às primeiras famílias. Com seu ofício de parteira, trouxe a vida Luciana Joanucci, o primeiro bebê nascido em Sinop.

Geraldina ficou viúva em 1997. Celi, sua filha mais nova, faleceu aos 60 anos, no dia 27 de dezembro de 2014 - mesmo dia em que faleceu o bisneto Eric Francio Severo, vítima de latrocínio.

Em vida, dona Geraldina pode ver a chegada de 36 netos, 50 bisnetos e 4 tataranetos. Diversas homenagens foram concedidas à pioneira ao longo da sua história.