Boa noite, Sábado 17 de Novembro de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Faturamento da Águas de Sinop cresce 63% em dois anos

GC Notícias | 13/03/2017 17:04

Receita mensal da empresa é R$ 1 milhão maior que no início da concessão

Nessa segunda-feira (13), um grupo de vereadores de Sinop encaminhou um pedido para a instauração de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), destinada a investigar a Águas de Sinop, empresa que detém os serviços de água e esgoto no município. A investigação é motivada por uma série de reclamações apresentadas pelos vereadores na tribuna da Câmara, relatando casos de consumidores que tiveram aumentos abusivos em suas faturas.

As queixas pessoais podem ser melhor traduzidas pelos números globais. O GC Notícias solicitou a Ager (Agências Reguladora de Sinop) informações sobre o faturamento da Águas de Sinop, desde sua admissão, em dezembro de 2014 quando assumiu em definitivo o serviço até fevereiro de 2017. A análise geral de quanto entra por mês no caixa da empresa ajuda a compreender o aumento que o sinopense está sentindo na sua conta de água.

Em dezembro de 2014, conforme a Ager, o faturamento da Águas de Sinop foi de R$ 1.358.146,79. À época, a empresa administrava cerca de 40 mil economias (termo que se refere a cada ligação de água existente em comércios, residências e demais edificações). Hoje são aproximadamente 44 mil economias – um crescimento de 10% em número de consumires. O salto em faturamento foi bastante superior.

Em fevereiro de 2017, a Águas de Sinop faturou R$ 2.217.971,20. Esse valor corresponde a soma de todas as contas de água emitidas e pagas no mês passado. Nesse período passaram pelos hidrômetros da empresa 543,7 milhões de litros. Na média geral, uma caixa de água com 1 mil litros custou para os sinopenses R$ 4,00 e cada habitante consumiu 4 caixas de água desse tamanho.

A receita atual é 63% maior do que em dezembro de 2014, quando a empresa iniciou a emissão e cobrança das faturas. O último reajuste no preço da água ocorreu em dezembro de 2016, quando o valor base das faturas subiu 16,48% - quase 5% a mais que a inflação do ano passado.

Além do realinhamento de preços em função do aumento dos insumos (como energia elétrica), o faturamento da Águas de Sinop também cresceu em função da modernização do parque de hidrômetros. A empresa fez a substituição de vários equipamentos de medição, instalados na porta de entrada dos consumidores. Muitos usuários relataram aumentos significativos em suas faturas após a troca dos hidrômetros.

Além do pedido de CPI, um pedido de auditoria foi protocolado na prefeitura de Sinop pelo ex-prefeito Juarez Costa (PMDB).

Fonte: Jamerson Miléski