Bom dia, Quinta Feira 19 de Setembro de 2019

Geral

Comissão debate embarque de passageiros armados

Pela lei atual, apenas agentes públicos em atividade de segurança podem portar arma em voo

Debate | 21 de Agosto de 2019 as 09h 46min
Fonte: Redação com assessoria

Foto: Assessoria

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado debate hoje proposta que susta portaria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que atualmente limita o porte de armas de fogo e munição em aeronaves civis só para agentes públicos em atividade de segurança (PDC 1018/18). O debate atende a requerimento do deputado Coronel Tadeu (PSL-SP).

Caso seja sustada a norma em vigor, também será permitido embarque em caso de investigação ou deslocamentos em que for preciso estar armado para cumprir, logo ao desembarcar, a missão. Caso o passageiro não se enquadre na regra, o transporte de armas de fogo e munições deverá ser feito na bagagem despachada.

"A audiência pública tem por objetivo discutir, e que sejam avaliados riscos e consequências, sobre a permissão do embarque e desembarque de passageiros armados, pois é inegável que há exposição a riscos, a presença de armas a bordo de aeronaves civis no transporte aéreo", afirma o deputado.

 

Foram convidados:

- o diretor geral do Departamento da Polícia Federal, Maurício Leite Valeixo;

- o superintendente de Infraestrutura Aeroportuária da Agência Nacional de Aviação Civil, Rafael José Botelho Faria;

- o diretor de Relações Externas da International Air Transport Association, Marcelo Pedroso;

- o consultor especial da Diretoria de Segurança e Operações de Voos da Associação Brasileira das Empresas Aéreas, coronel Rogério Benevides de Carvalho.

A reunião será realizada às 16h30, no plenário 6 e pode ser acompanhada pela internet através do site da Câmara Federal.

COMENTARIOS