Bom dia, Domingo 25 de Outubro de 2020

Educação

Pesquisa analisa influência da pandemia no estilo de vida

Sinop | 27 de Setembro de 2020 as 14h 17min
Fonte: Assessoria

Foto: Agência Brasil

Com o objetivo de investigar como a pandemia de Covid-19 afetou o estilo de vida da comunidade acadêmica, o projeto Brazuca Covid, desenvolvido pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Universidade Federal do Acre (Ufac),realiza pesquisa para identificar casos de insegurança alimentar, a qualidade da dieta e do sono, modificações do peso e percepção de estresse em estudantes, docentes e técnicos administrativos. A ação será feita nos Câmpus de Cuiabá, Várzea Grande, Sinop e Araguaia.

Para o coordenador do projeto, professor Paulo Rogério Melo Rodrigues, docente da Faculdade de Nutrição (Fanut), é esperado que os resultados da pesquisa possam contribuir para a identificação dos fatores associados ao estado nutricional e estilo de vida dos acadêmicos durante a pandemia, e desta forma auxiliar na produção de subsídios para ajudar no enfrentamento das consequências deste período.

“Como instituições em que se pratica o ensino, pesquisa e a assistência em saúde, as universidades podem construir um compromisso com a saúde em sua cultura e prática organizacional, através de política e gestão adequadas. Como centros de aprendizagem e pesquisa, as universidades têm o potencial para desenvolver e aplicar os conhecimentos relacionados com a saúde. Como centro formador das gerações futuras de tomadores de decisão, as universidades têm potencial para desenvolver uma compreensão crítica de saúde sustentável e um senso de responsabilidade pessoal e comunitária”, explica.

Estima-se que pelo menos 50% da comunidade acadêmica da UFMT seja atingida. A participação é voluntária e todos os dados serão tratados com sigilo. “Contamos com a participação e apoio de toda a comunidade acadêmica para que o projeto possa produzir conhecimento do grau de segurança alimentar e nutricional, estado nutricional e estilo de vida dos estudantes, docentes e técnicos no âmbito da Universidade Federal de Mato Grosso”, destaca.