Boa noite, Sábado 06 de Junho de 2020

Economia

Preço dos alimentos volta a subir mas inflação geral é negativa

Queda aguda no custo de transporte minimizou o impacto na alta dos alimentos

Sinop | 20 de Maio de 2020 as 17h 48min
Fonte: Jamerson Miléski

Comer e beber, dentro ou fora de casa, em Sinop, está a cada dia mais caro. É o que aponta o levantamento realizado pelo departamento de Economia da Unemat, em parceria com a CDL Sinop – apresentado nesta quarta-feira (20). O grupo que monitora os preços ao consumidor na cidade de Sinop apontou uma inflação negativa no mês de abril, na ordem de -0,15%. O indicador mostra que, de forma geral, o custo de vida ficou mais barato no último mês. Mas, por outro lado, o sinopense está gastando mais para comer.

Conforme o relatório, os itens que integram o grupo “Alimentação”, tiveram alta no mês de abril de +1,17%. No mês anterior, em março, esse grupo teve alta de +1,23%. Como a Alimentação responde por 24% da cesta de consumo do sinopense, a alta nos preços acaba gerando inflação.

O impacto nas economias domésticas foi minimizado pela queda aguda em outros grupos. “Transportes”, que tem o segundo maior peso no custo de vida local, teve deflação de -1,23% em abril. O mesmo foi registrado nos grupos Artigos para Residências (-1,47%), Saúde (-0,49%), Habitação (-0,32%) e Despesas Pessoais (-0,31%).

O aumento dos preços também foi constatado no grupo Vestuário (+0,36%) Comunicação (+0,13%) e Educação (+0,12%).

No acumulado dos últimos 12 meses, a inflação de Sinop é de 2,60%. Já o IPCA nacional acumulado nos últimos 12 meses é de 2,40%.

O resultado nacional aponta uma inflação abaixo da meta definida pelo Banco Central.

 

Cesta básica

O departamento de Economia da Unemat também monitora o preço da cesta básica local – composta por 13 itens em quantidades suficientes para alimentar um humano adulto por um mês. O aumento nos preços gerais dos alimentos é mais diretamente percebido na avaliação da cesta básica.

Na média, a cesta básica em Sinop ficou +1,38% mais cara em abril. É a 4ª alta consecutiva no ano, chegando a R$ 499,65 – R$ 20,00 a mais que em janeiro desse ano.

Em março de 2019, o preço médio da cesta básica em Sinop era R$ 437,35. Ou seja, há um ano o sinopense gastava R$ 62,30 a menos para comprar as mesmas coisas.