Boa noite, Domingo 20 de Setembro de 2020

Economia

Preço do pacote de arroz tem reajuste de até 40% em agosto no MT

A explicação para o aumento no preço do arroz de 64% nos últimos 3 meses é porque as exportações do cereal aumentaram,

Reajuste | 03 de Setembro de 2020 as 14h 22min
Fonte: G1

Consumidores têm se assustado com o aumento no preço do arroz, ingrediente que não pode faltar na mesa dos brasileiros. Em Sinop, o pacote de 5 kg de arroz custa em média R$ 20. Conforme Iara Oliveira, gerente de um supermercado, os valores foram reajustados de 30% a 40% em agosto deste ano.

“O arroz e feijão não faltam na mesa do brasileiro. Eles (clientes) acabam reclamando, mas diminuíram a quantidade na hora da compra”, diz ela.

A explicação para o aumento no preço do arroz de 64% nos últimos 3 meses é porque as exportações do cereal aumentaram, o que provocou uma diminuição do produto para o consumidor brasileiro. A expectativa agora é que os preços estabilizem.

Conforme João Carlos, diretor de uma indústria que beneficia e comercializa 64 toneladas de arroz, a pandemia de coronavírus teve um reflexo no aumento do consumo.

“Devido à pandemia, as famílias estão comendo mais em casa, evitando aglomerações e investindo o dinheiro mais em alimentação. Nossas vendas aumentaram cerca de 15%. Nesses últimos meses, o preço do arroz subiu porque, além de ter uma procura maior, a produtividade ficou com menos produtores”, disse.

A alta nos preços do feijão e do arroz fez o valor da cesta básica de alimentos disparar também em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Um levantamento do Procon mostrou que cestas básicas mais completas, geralmente com 39 itens, aumentaram 40%.